Como desenvolver habilidades sociais para o bom convívio?

As habilidades sociais são adquiridas e transformadas com o tempo de acordo com as relações e interações das pessoas com o mundo. E não existe só um jeito de ser socialmente habilidoso.

Também é plenamente possível desenvolver novas habilidades sociais ou aprimorar as já existentes, pois o ser humano é capaz de refletir sobre as suas posturas e condutas de modo a estabelecer novas formas de pensar e agir.

O estímulo às habilidades sociais é apontado como fundamental para as diferentes fases do desenvolvimento das pessoas, desde a infância, passando pela adolescência, idade adulta e terceira idade. Essas capacidades contribuem para uma maior adaptação às demandas próprias de cada faixa etária e de diferentes contextos.

Dicas

Algumas dicas podem auxiliar no processo de desenvolvimento ou aprimoramento de habilidades sociais. Por exemplo, exercitar a clareza para transmitir mensagens, tanto na expressão verbal, quanto corporal.

Manter a mente aberta, livre de julgamentos, estereótipos e preconceitos, também ajuda, assim como praticar a empatia, ou seja, compreender e se colocar no lugar do outro.

Aprender a ouvir ativamente as outras pessoas é mais um importante exercício transformador. Outra dica é desenvolver a inteligência emocional, ou seja, a capacidade de compreender e administrar as próprias emoções e, consequentemente, as reações.

Pensar de maneira positiva é outro exercício importante que ajuda a mudar a forma de ver o mundo e de reagir às diferentes situações. Ser otimista traz mais bem-estar emocional inclusive para as pessoas com quem se convive.

Exercer a assertividade é mais uma técnica importante. Uma postura assertiva significa expressar a opinião própria de forma adequada, sem ferir ou julgar os outros, mas, sim, respeitando suas diferentes opiniões.

Aprender a negociar também é fundamental, não somente no âmbito profissional, afinal, muitas decisões na vida pessoal passam por negociações. Elas ajudam a terminar com conflitos e a deixar as relações harmoniosas.

O desenvolvimento ou aprimoramento das habilidades sociais inclui, ainda, reconhecer os erros, pois admitir falhas é uma atitude que faz a pessoa crescer individual e coletivamente.

Lidar com as críticas de forma equilibrada é outro valioso aprendizado, assim como a tomada de decisões. É preciso evitar ficar em cima do muro com medo de se decidir sobre alguma situação. Quanto mais a questão for adiada, maior será o esforço para lidar com ela. Sem contar que outras pessoas podem depender dessa resposta para se movimentar.

Treinamento

O treinamento das habilidades sociais consiste em trabalhar cada uma delas na qual se tem mais dificuldade de forma dinâmica e didática. Para isso, diferentes ferramentas podem ser utilizadas, seja em casa, na escola, no trabalho ou na terapia.

Um dos recursos lúdicos disponíveis para diferentes idades é o jogo ‘Habilidades sociais – 100 cards’, de autoria do psicólogo Bruno Luiz Avelino Cardoso e publicado pela editora RIC Jogos.

Trata-se de uma caixinha com 100 cartas com variadas frases divididas em conjuntos de habilidades que auxiliam na identificação dessas competências e na reflexão sobre como é possível desenvolvê-las. Pode ser utilizada por crianças a partir dos dez anos, adolescentes e adultos de todas as idades.

As classes de habilidades sociais contempladas são assertividade; autocontrole e automonitoria; expressão de afeto e intimidade; manejo de conflitos e resolução de problemas; civilidade e valores de convivência; comunicação; expressão de solidariedade; coordenação de grupos e falar em público; fazer, manter e encerrar amizades.

O jogo contém, ainda, um cartão psicoeducativo (instrutivo) para que as pessoas possam compreender, de modo simplificado, o que são habilidades sociais e competência social. E dispõe de material de apoio em anexos digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.