Desafios da maturidade e como manter a saúde física e mental

A estimativa é que o número de brasileiros acima de 60 anos triplique até 2050, chegando a 66 milhões de pessoas. Nesse contexto, aproveitar a maturidade com saúde física e mental torna-se o foco da sociedade como um todo. E para se chegar às idades avançadas com mais autonomia e tranquilidade, é necessário adotar o quanto antes hábitos saudáveis para o corpo e a mente.

Envelhecer não é uma doença, mas é um fator de risco. Com o passar dos anos, a capacidade do organismo de combater patologias com força total vai diminuindo. Estudos apontam que o corpo já apresenta sinais de desgastes aos 40 anos. Portanto, quanto mais se atrasar essa perda de vitalidade, melhor será vivida essa etapa pela qual todos devem passar.

Cuidar da saúde, no entanto, não é só fazer intervenções e terapias médicas cada vez mais modernas. É estar constantemente atento ao autocuidado, a melhorar a si mesmo física e mentalmente. Um estilo de vida focado em estar sempre melhor do que ontem é umas das chaves para a maturidade saudável.

Curiosidade

Na terceira idade, o indivíduo pode perceber redução em habilidades como criatividade e resolução de problemas, mesmo que a sua capacidade verbal continue perfeita. Por isso, manter o máximo de curiosidade e propósito intelectual são estratégias para prolongar a rapidez do raciocínio. Ler e escrever são atividades indicadas para melhorar a capacidade cognitiva.

No aspecto físico, o vigor dos ossos e músculos cai com o passar dos anos. Isso acaba sendo um fator de risco para a osteoporose e a sarcopenia, doenças que agravam o diabetes, facilitam as quedas, aumentam a perda muscular e também a massa gorda no corpo.

Esse tipo de problema pode ser prevenido com exercícios físicos e alimentação adequada, principalmente com proteínas de boa qualidade para os músculos. No caso dos ossos, cálcio e vitamina D podem ajudar.

A alimentação é algo que influencia não somente o envelhecimento saudável, mas todas as etapas da vida. Para preservar a saúde na maturidade, é muito importante ter um cardápio balanceado e nutritivo.

Equilíbrio

Manter o peso dentro da média para a altura e idade é outra iniciativa necessária. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o sobrepeso é um fator de risco para diversas doenças, como câncer, diabetes e problemas do sistema cardiovascular.

Manter o equilíbrio emocional também auxilia no envelhecimento saudável. Nesse sentido, é importante investir em relacionamentos interpessoais harmoniosos, fazer planos e colocá-los em prática, ter uma atividade ou um esporte como hobby, praticar meditação, yoga e mindfulness. São iniciativas que ajudam a acalmar a mente e a construir uma maturidade saudável.

Ferramenta

Os cards de enfrentamento são ferramentas que podem auxiliar na busca do envelhecimento saudável física e mentalmente. ‘Desafios e conquistas da maturidade – 100 cards para refletir sobre essa fase da vida’ é um exemplo.

Publicado pela editora RIC Jogos e de autoria da musicoterapeuta Daiane Pazzini Marques, pós-graduada em gestão em saúde da pessoa idosa, o material convida as pessoas a refletirem sobre as experiências da maturidade, despertando para novos olhares, perspectivas e objetivos.

Trata-se de um exercício para o autoconhecimento em que o processo de envelhecimento é visto como algo natural e um tempo valioso para colheita. Pode ser utilizado individualmente, com a família, amigos ou em grupos por terapeutas e profissionais que atuam com o público sênior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.