Momentos em família: importância para o desenvolvimento infantil

Os momentos em família, independentemente da configuração familiar, são fundamentais para o desenvolvimento infantil saudável. Trata-se do primeiro espaço de convivência do ser humano e no qual as vivências interferem na formação de sua identidade.

É na família que as pessoas têm as primeiras referências sobre amor, carinho, afeto, segurança, juízos e expectativas, assim como para o aprendizado sobre valores éticos, gostos, rotina, organização, limites, relacionamentos e autonomia.

Quando os pais ou outros responsáveis estão presentes na vida das crianças, elas se sentem mais acolhidas e protegidas, o que proporciona uma sensação de segurança ao descobrirem o mundo.

Nos felizes momentos em família, os pequenos ficam mais à vontade, realizam atividades pela primeira vez, experimentam novas sensações, aprendem com mais facilidade e rapidez e se desenvolvem melhor do que quando estão sozinhos.

Socialização

A convivência familiar na infância, também chamada de socialização primária, é vital para os processos de socialização que irão acompanhar a criança na adolescência e na vida adulta. É nessa fase que o sujeito incorpora as principais normas sobre as relações pessoais e os valores que irá levar para toda a vida.

Os momentos em família também são importantes para o desenvolvimento cognitivo e psicomotor da garotada. Por isso, é muito importante o estímulo desde os primeiros meses para desenvolver funções essenciais para o seu crescimento.

Questões como raciocínio lógico, linguagem, concentração e resolução de problemas, por exemplo, devem ser incentivadas no ambiente familiar logo cedo.

Sendo assim, é muito importante criar oportunidades para que a criança possa desenvolver todas essas habilidades e observar como ela reage a esses estímulos.

Lazer

Os momentos de lazer em família também consistem em pontos-chaves para o desenvolvimento saudável da criança, porque são oportunidades para exercitar o convívio e as demonstrações de afeto.

Viver momentos de lazer junto à família pode fortalecer os laços, potencializando a sensação de segurança, de confiança e de conforto para todos os integrantes.

Em especial quando se investe em atividades que exijam trabalho em equipe, como brincadeiras e jogos, um valor muito importante é estimulado: a cumplicidade.

Recurso lúdico

‘Adivinhe-me se for capaz’, de autoria das psicólogas Adriana Zanonato, Vanina Cartaxo e Juliana Martins e publicado pela editora RIC Jogos, é um jogo de cartas, lousas e dados para enriquecer os momentos em família.

Os objetivos são brincar com a mente, o corpo, o movimento e aprender a se expressar de forma diferente e divertida.

Por meio de mímicas, desenhos e pistas, os participantes podem se aproximar e, com diálogos, perguntas e interações, conhecer não somente uns aos outros, mas também a si próprios, fomentando o autoconhecimento.

Direcionado ao púbico com idade a partir dos seis anos, o jogo pode ser utilizado nos contextos familiar e clínico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.