Principais técnicas e recursos da Psicologia Positiva

A Psicologia Positiva foi desenvolvida para encontrar formas de ajudar as pessoas a encararem a vida de maneira mais leve e positiva. Nesse sentido, técnicas e recursos podem ser aplicados em diversos contextos, incluindo terapia, sala de aula, local de trabalho e em casa.

A Psicologia Positiva pode ser aplicada, por exemplo, nas relações familiares. Exercitar pensamentos mais positivos sobre cada uma das pessoas com quem se convive ajuda muito a melhorar o dia a dia.

Em vez de gerar atritos, o melhor caminho é buscar entender os motivos que levaram ao desentendimento. O problema tem a dimensão que cada um dá para ele, e a perspectiva do outro pode ser diferente.

FILHOS

A Psicologia Positiva também pode ser aplicada para ajudar os filhos a se tornarem adultos mais felizes e motivados. Dessa forma, é importante incentivá-los a estudarem, a praticarem atividades físicas e a agradecerem por tudo o que possuem. Essa abordagem vai fazer muita diferença no futuro deles.

O princípio se estende ao casal, pois a troca de elogios, ter objetivos em comum e trabalhar em equipe para alcançá-los é muito importante para manter a união, o respeito e o carinho.

A Psicologia Positiva pode ser aplicada ainda em outros contextos da vida pessoal do indivíduo. Por exemplo, ao ser mais gentil com as outras pessoas, evitar julgamentos, procurar ouvir e sorrir mais.

PROFISSÃO

A Psicologia Positiva faz muita diferença também no meio profissional. O primeiro passo para a sua aplicação é conhecer as pessoas que fazem parte da equipe. Assim, é possível identificar seus pontos fortes e, a partir daí, trabalhar com cada um sobre como melhorar essas características para que a equipe tenha resultados excelentes.

Trabalhar a resiliência é outro meio de aplicar a Psicologia Positiva no ambiente ocupacional. Nesse caso, as adversidades devem ser encaradas como oportunidades de evolução.

GRATIDÃO

Entre as principais técnicas da Psicologia Positiva, está a da gratidão, que proporciona um aumento visível da positividade nos praticantes. Para tanto, é preciso reservar alguns minutos no final da rotina para pensar em bons acontecimentos do dia.

Podem ser simples, como ganhar um desenho do filho, comer um pedaço do bolo favorito ou ouvir uma música que traz boas lembranças. Após fazer a lista desses fatos, a pessoa deve refletir e atribuir os motivos para eles.

A atenção plena ou mindfulness também está entre as técnicas da Psicologia Positiva. Consiste em ter atenção no presente e se concentrar no que se está sentindo no momento. Há diferentes formas de praticá-la além da meditação tradicional, como ao caminhar ou ao fazer uma atividade prazerosa.

A atenção plena remete ao conceito de flow (fluidez), um momento de imersão em uma experiência que faz tão bem à pessoa a ponto de fazê-la esquecer o tempo e os problemas. Dessa forma, ela pode ter maior noção de suas emoções, se autoconhecer e aumentar o seu poder de concentração.

ATIVIDADES LÚDICAS

Atividades lúdicas também são recursos que podem ser utilizados na Psicologia Positiva, pois auxiliam a ampliar as emoções positivas e, consequentemente, a vencer as adversidades do cotidiano.

O jogo ‘Pensamentos prósperos’, de autoria da psicóloga Miriam Rodrigues, é um exemplo. Com tabuleiro e cartas que trabalham emoções, pode ser utilizado individualmente ou em grupo por pessoas dos 9 aos 90 anos de idade ou mais.

Tem como objetivo promover a compreensão de que a vida feliz não exclui a presença de emoções desconfortáveis, as chamadas emoções negativas. Pelo contrário, elas devem ser acolhidas, vivenciadas e não suprimidas.

O importante é que as pessoas aprendam a criar recursos cognitivos (estratégias de pensamentos) para não cair na espiral descendente, ou seja, não se deixar absorver por pensamentos perturbadores e estreitamento de repertório comportamental. O jogo está disponibilizado no portal RIC Jogos: https://www.ricjogos.com.br/produtos/pensamentosprosperos/.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.