Tratamento da depressão: principais técnicas utilizadas

Diferentes abordagens e técnicas são utilizadas no tratamento da depressão, mas cada quadro precisa ser devidamente avaliado por um profissional da saúde mental, pois só assim é possível saber a gravidade e qual a intervenção mais adequada. Além disso, não existe um tempo pré-estabelecido para o atendimento, sendo necessário acompanhar a evolução do caso e ir ajustando o que for necessário.

A psicoterapia é indicada para todos os tipos de pacientes depressivos, pois tem como objetivo trabalhar as causas emocionais que desencadearam o transtorno. Em casos mais leves, somente ela pode ser um tratamento eficaz para a doença.

Remédios antidepressivos são indicados como tratamento paralelo à psicoterapia principalmente em casos de depressão moderada ou grave. Cabe somente ao psiquiatra tal avaliação.

Os medicamentos são importantes, porque têm como papel repor neurotransmissores cerebrais que faltam quando a pessoa está em depressão, tais como serotonina e noradrenalina, que melhoram o bem-estar e o humor.

Casos muito graves, em que não há melhora por meio dos outros tratamentos, podem exigir os eletrochoques cerebrais, ou terapia eletroconvulsiva, que, de maneira indolor e controlada, ajudam na reorganização da atividade cerebral.

De acordo com o Ministério da Saúde, esse tipo de tratamento é uma opção em casos muito particulares, como em situações de risco elevado de suicídio.

ABORDAGEM

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é uma das abordagens da Psicologia que têm se mostrado mais eficazes no tratamento da depressão, por ser focada no presente e na resolução de problemas.

É baseada na combinação de pressupostos da Psicologia Cognitiva e da Psicologia Comportamental. Considera que a forma como o ser humano interpreta os acontecimentos resulta em sintomas emocionais, fisiológicos e comportamentais.

A TCC abrange intervenções psicoterapêuticas individuais ou em grupos que têm como objetivo produzir mudanças nos pensamentos e nas crenças disfuncionais. E também busca uma transformação emocional e comportamental duradoura, além de proporcionar autonomia ao paciente, com alívio ou remissão total dos sintomas.

MÉTODOS

Entre as principais técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental utilizadas no tratamento da depressão, estão: identificação e modificação de pensamentos disfuncionais, reestruturação cognitiva e ativação comportamental.

Identificação e modificação de pensamentos disfuncionais consistem em modificar pensamentos disfuncionais que são responsáveis pelas emoções negativas e comportamentos desadaptados.

Já a reestruturação cognitiva tem como objetivo tornar o paciente mais consciente de seus processos de pensamento para permitir a correção de erros lógicos ou de conteúdo por meio de perguntas que o conduzem a constatar seus erros.

Por sua vez, a ativação comportamental visa aumentar o repertório comportamental do paciente.

No tratamento da depressão, a TCC também usa técnicas como psicoeducação, automonitoramento, enfrentamento, treino de habilidades sociais, relaxamento, agenda de atividades, exposição graduada e resolução de problemas.

Outra importante técnica é a e tarefa de casa, considerada um aspecto central, uma vez que o trabalho desenvolvido nas sessões é limitado no tempo e que o tempo fora das sessões pode ser eficientemente utilizado para novas experiências.

CARTÕES DE ENFRENTAMENTO

Os cartões de enfrentamento também são uma técnica da Terapia Cognitivo-Comportamental utilizada no tratamento da depressão. Trata-se de um mecanismo para melhorar o dia a dia do indivíduo.

Engloba frases motivacionais e realistas, geralmente escritas pelos próprios pacientes, que os ajudam a manterem o foco ou a verem as situações por uma lente menos negativa naqueles momentos em que tudo parece desmoronar. São lembretes de que a vida e as metas valem a pena.

‘Vencendo a depressão: cards para ajudar você a superar a depressão aumentando seu ânimo’ é um recurso publicado pela editora RIC Jogos que pode ser utilizado para reconhecer e lidar com sintomas associados à depressão.

De autoria dos psicólogos Laura Pordany do Valle e Ramiro Figueiredo Catelan e do psiquiatra Vítor Rocco Torrez, o material têm conteúdo embasado cientificamente e conta com estratégias de manejo, frases de estímulo e técnicas que auxiliam no enfrentamento desses sintomas.

Os 100 cards disponibilizados ajudam a reconhecer emoções e sentimentos, agem como cartões de enfrentamento para momentos difíceis e atuam como ferramenta no processo de psicoterapia. Seu público-alvo são pessoas a partir dos 16 anos de idade.

‘Vencendo a depressão: cards para ajudar você a superar a depressão aumentando seu ânimo’ está disponibilizado no site da RIC Jogos: https://www.ricjogos.com.br/.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.